Some tips

Uma pausa antes da conclusão final de "Expansão" para compartilhar algumas dicas com os meus diletos leitores.

Recomendo o novo filme de Woody Allen, que me fez lembrar dos bons tempos em que a humanidade ainda cultivava aquele negócio mole e cinza dentro da caixa craniana, que chamam de cérebro... Falar nisso, dia desses, de passagem no histórico (e delicioso) bairro da Penha, aqui em São Paulo, pensei em dar uma escapadinha ao shopping para um cineminha, sem saber que teria uma decepção tremenda: naquele mesmo lugar, onde assisti grandes filmes, agora só passa cópia dublada(!)...

Horror dos horrores. Triunfo da burrice. Boa parte da galerinha que vem chegando para nos substituir neste planeta, que já foi interessante, parece não conseguir ler às legendas e acompanhar às cenas ao mesmo tempo. Caraca, poucas coisas são tão horríveis quanto assistir filme dublado. Nada pior que ver o Brad Pitt falando com a voz do Selton Mello, ou o agente 007 arrastando sotaque carioca, tipo: "Meu nome é Bond, JameSH Bond, merrmão."... Só falta soar o "plim-plim" entre as cenas, para completar a sensação de estar assistindo à sessão da tarde da Globo. Decadência absoluta. Alguém nos salve.

Voltando ao (bom) filme "Meia Noite em Paris" (Midnight in Paris), que felizmente ainda pude assistir no original: é uma prova que Woody Allen continua capaz de fazer cinema de primeira linha, e uma bem-vinda brisa fresca para ajudar a enfrentar o deserto cultural que o mundo atravessa neste começo de terceiro milênio.




Não recomendo a nova temporada da série "Anciet Alien' (Alienígenas do Passado) do History Channel, que estreou agora há pouco. Esperei para assistir e até adiantei um compromisso para ver, achando que traria alguma coisa de pesquisa séria, informações concretas ou pelo menos alguma reflexão honesta a respeito do tema, mas agora estou com a sensação de ter perdido meu tempo... Os dois primeiros episódios, exibidos hoje, não passaram da mais pura viagem na maionese, um grupo de gente alienada (para não faltar com o respeito e dizer maluca) desfilando uma grande coleção de abobrinhas, e abobrinha da pior qualidade, tipo "Apolo era um astronauta que vivia no Monte Olimpo, que era na veradade um OVNI pousado em cima de um morro...." - Lamentável.


Impressionante imagem do "extraterrestre Bilu". Será que a série do History
vai trazer algum depoimento do picaret paranormal Urandir Fernandes de Oliveira?


( Comentar este post __ Ver os últimos comentários