A arte da sinceridade



A arte mais difícil é a arte da confiança. - Que é a arte da fé. Quando você é jogado no olho da tempestade, não importam mais as suas elaborações, nem as suas teorias ou convicções bem estruturadas. Só vale o que você é, onde você está e em que se transformou até aqui.

_______Todos viemos ao mundo munidos de talentos próprios e muito especiais. Com esses talentos é que nos construímos, nos formamos, física, mental e espiritualmente.

_______Quando raios poderosos e fulminantes despencam ao seu redor, destelhando casas e derrubando árvores com estrondo ensurdecedor; quando você se sente sozinho, abandonado à própria sorte, e vê o quanto a sua permanência neste corpo físico é frágil; quando a expectativa de sofrimento iminente é real e próxima demais para ser ignorada... Nesse momento só resta o verdadeiro você. Ou o verdadeiro tu, como diriam os meus irmãos (de sangue) portugueses.

_______Agora é você mesmo. E Deus. Deus? Será? E se foi tudo paranóia, uma coleção de delírios e alucinações sem nenhuma relação com a verdade objetiva dos fatos???

_______Mas o mais complicado de tudo, sem dúvida nenhuma, é que eu sempre acreditei num Deus exigente, que me cobraria duramente por meus erros e fraquezas... Que será de mim se eu morrer agora, aqui, atingido por um raio? E se o raio não me matar, mas me deixar no chão, agonizante por um longo e tenebroso tempo, esticado no chão, sem poder me mover, sem poder me comunicar, apenas sentindo... Dor?

_______Nunca tive muito medo da dor. Mas não existe nada mais temível do que ela. Nada. Não existe nem pode existir nada pior do que a dor, nada mete mais medo. A não ser a agonia da perda da liberdade, ou a agonia do isolamento, talvez.

_______E eu ficaria sozinho, isolado, sem poder me comunicar, no chão, jogado, corpo queimado, sentindo a dor mais pavorosa que um homem é capaz de sentir, se um raio me atingisse de raspão.

_______De raspão, porque se me atingisse em cheio, a probabilidade de eu morrer instantaneamente seria maior...

_______Mas será que existe essa coisa de probabilidade? Eu não acredito em probabilidade. Mas quando há uma centena de raios explodindo ao seu redor, cortando o vento e a chuva gelada, quase fazendo estourar os seus tímpanos... A probabilidade de haver probabilidade é assustadoramente viável.

_______Pense nisso. A arte da fé é a arte da sinceridade - meditar sobre isso dia e noite.


( Comentar este post __ Ver os últimos comentários