Reduzir a gordura e aumentar a massa muscular com a biomassa

Dra. Andreia Torres (site ContraRelogio)
Dra. Paulinne Almeida (Biblioteca Nacional de Brasília)



A banana verde estimula o crescimento e ativa o metabolismo de um grupo de bactérias que beneficiam o trato intestinal humano. Além disso, possui um amido resistente que chega intacto ao intestino, fermenta e alimenta bactérias benéficas que protegem o organismo de bactérias e toxinas. Com menos toxinas no organismo, é facilitada a absorção de cálcio, magnésio e zinco. Isso ajuda a regular o sistema endócrino e mantém o metabolismo ativo, ou seja, ajuda a atingir e manter o peso corporal ideal, além de prevenir doenças como o câncer de intestino, reduzir o colesterol e controlar a concentração de glicose no sangue. A banana verde deve ser consumida cozida, na forma de um purê (a biomassa). Aprenda, a seguir, dicas para reduzir a gordura corporal e como fazer e consumir a biomassa.

Muitas pessoas começam a correr para perder peso. É uma excelente estratégia, pois o gasto energético durante a corrida é alto, e para emagrecer é necessário gastar mais do que se consome em termos energéticos. Porém, se o objetivo não é o emagrecimento com diminuição da massa muscular, se faz necessária uma dieta balanceada.


Comer uma quantidade menor de comida, e comer mais vezes ao dia


É muito importante não passar muito tempo sem se alimentar. Ao invés de fazer poucas refeições por dia (como café - almoço – jantar) e comer grandes quantidades em cada uma delas, para eliminar gordura é melhor fazer várias pequenas refeições, com quantidades menores. Quando ficamos sem comer por muitas horas, o corpo utiliza nossa massa muscular para obter energia. Comer pratos menores e praticar atividade física com pesos (musculação) é essencial.

Hoje se indica a musculação até para quem quer apenas perder peso. Mas se o objetivo é au-mentar o tamanho dos músculos (hipertrofia), é primordial formar o hábito de comer algo logo após a atividade física (de preferência até 30 minutos após o treino), e precisa ser algum alimento que contenha proteína (clara de ovo, carne, leite, queijo, quinua...). Pesquisas recentes mostram que dietas ricas em proteína são eficientes para a perda de gordura e aumento da massa magra (músculos).


Eliminar toxinas

O excesso de peso ou de gordura é provocado principalmente pela má qualidade da alimentação (alto consumo de gorduras, açúcar, álcool...), pela exposição às toxinas (dos plásticos, agrotóxicos, corantes, estabilizantes e preservativos presentes nos alimentos industrializados), por um funcionamento intestinal inadequado, pela deficiência de micronutrientes e também pelo estresse. – Por essa razão, o uso de drogas medicamentosas para auxiliar na eliminação de gordura é uma prática altamente perigosa, que deve ser evitada, salvo recomendação médica e acompanhamento clínico rigoroso.

A maioria dos componentes utilizados nos compostos para emagrecimento encontrados no mercado eleva a predisposição ao stress: indivíduos naturalmente nervosos ou predispostos à irritabilidade não devem fazer uso de tais medicamentos, pois é alto o risco de ocorrerem alterações nos níveis hormonais, que ocasionam o conhecido “efeito sanfona”, e outros prejuízos: diminuição da imunidade, aumento da pressão arterial, facilitação ao diabetes, aumento do colesterol, morte dos neurônios cerebrais, envelhecimento precoce, ansiedade, alergias, perda da libido e outras disfunções, além do alto risco de perda do controle emocional.

Essas condições alteram a funcionalidade do tecido adiposo (estoque de gordura do corpo) e provocam a resistência cada vez maior à perda de peso. Adotar uma dieta mais natural e controlar o estresse (que é um produtor de toxinas), é fundamental no processo de perda de gordura corporal.


Os prebióticos e a biomassa: a grande ajuda da banana verde


Uma grande porcentagem dos indivíduos que se encontram acima do peso engordam porque comem por “gula”, isto é, mais do que o corpo precisa. Estas pessoas se habituaram a comer além do necessário e a única maneira de recuperarem o peso ideal é: 1) reduzindo as quantidades de alimento às refeições; e 2) selecionando a qualidade do mesmo.

O funcionamento adequado do intestino é fundamental: sua saúde depende da absorção dos nutrientes para a queima da gordura, a construção dos músculos e hormônios, a desintoxicação do corpo e a produção das substâncias que levam a informação de saciedade ao cérebro.

O uso dos prebióticos (substâncias que mantém a flora intestinal saudável) aumenta, por exemplo, um hormônio que melhora a sensibilidade à insulina (prevenindo o diabetes), diminui a massa de gordura corporal e aumenta a saciedade. Prebióticos podem ser comprados na forma de cápsulas ou pós, mas o seu custo ainda é bastante alto.

Uma opção caseira perfeita e barata é o amido resistente da banana verde, conhecido como biomassa. Produzir a biomassa é bastante simples.


Como fazer a biomassa, em 3 passos simples:

1. Adquira bananas verdes de qualquer variedade.

2. Lave-as e leve ao fogo, com a casca, em panela de pressão, com água suficiente para cobri-las, e tampe. Quando começar a pressão (panela chiando), espere 10 minutos e retire-as.

3. Cuidadosamente descasque as bananas ainda quentes, e bata a polpa no liquidificador com um pouco de água, ou amasse com um garfo até formar uma massa homogênea.

Pronto! Conserve a sua biomassa na geladeira em recipiente fechado, por até 7 dias. Consuma entre uma colher de café e uma colher de sopa por dia: pura ou com suco, leite, iogurte... O sabor é agradável, e tomar uma colher da mistura por dia comprovadamente traz grandes benefícios.


Controle noturno

Se você costuma “assaltar a geladeira” à noite terá mais dificuldade em emagrecer e perder gordura, já que o metabolismo fica mais lento quando se dorme. Por essa razão, é importante não deixar de comer bem durante o dia (várias porções, pequenas quantidades), para não ficar faminto à noite.

Os peixes e os vegetais de folha escura possuem fosfatidilserina, que diminuem a compulsão alimentar (vontade de comer) e o acúmulo de gordura. A banana contem o aminoácido triptofano que melhora a saciedade. Você pode liquidificá-la com soja ou com a polpa do açaí. O açaí é altamente calórico, porém é rico em antocianinas e ácido oléico, que regulam o metabolismo energético e diminuem a compulsão. O abacate é outra fruta calórica com o mesmo efeito do açaí: também é fonte de ácido oléico. Você pode fazer um suco batendo-o com limão e quinua (fonte de proteína, que também dá a saciedade), colocá-lo na salada de fruta ou mesmo na salada de folhas à noite.

Importante: o ideal, quando se quer perder peso, é terminar todas as refeições com a sensação de que poderia ter comido um pouco mais... Isso não quer dizer que você deve “passar fome”, mas se você é daqueles que precisam sentir a comida chegar “na tampa” para parar de comer, enquanto manter esse hábito, você não vai conseguir eliminar a gordura extra e diminuir seu peso...

Experimente a biomassa e boa sorte!


( Comentar este post __ Ver os últimos comentários