Respostas




Ao contrário do que chegou a ser considerado, estou vivo. Bem vivo. =) Mas o tempo para delongas já se foi: o que eu queria dizer com a chegada de uma nova etapa aqui no a Arte das artes é que, a partir de agora, vou me permitir ser um pouco mais subjetivo e pessoal, e um pouco menos objetivo e didático. É o seguinte: vou falar das minhas experiências, dos meus pontos de vista, das minhas respostas e das coisas que vi e aprendi, meio como era no começo deste trabalho. Tenho pouco tempo para dedicar a este blog que tanto amo, por isso as postagens que envolvem pesquisa ficam difíceis, mas tenho material pessoal abundante, de sobra mesmo, para postar aqui.

Tenho muitas respostas a perguntas que me fizeram ao longo dos anos, em palestras, vivências e seminários de que participei, que respondi por e-mail a gente que nem conheci pessoalmente (em grande parte devido ao meu trabalho neste blog)... E tenho, mais que tudo, respostas que escrevi para mim mesmo, nos preciosos momentos pós-meditação, quando a existência fica mais clara a compreensão mais lúcida e simples. Tenho todo este material escrito, seja no computador, seja em páginas e mais páginas de caderno, seja no livro da minha mente e da minha alma... E agora começo a compartilhar tudo com vocês. Pretendo intercalar com estas postagens a continuação da nossa enciclopédia das religiões, com a continuação da história do Cristianismo, a reprodução, estudo e reflexão das falas de Jesus nos Evangelhos e a conclusão do livro do Dhamapada; nessa série que está parada há um bom tempo.

Agora, comecemos com essa nova etapa deste trabalho, que chamarei... Hum... Mais simples é sempre melhor, então chamarei simplesmente de “Respostas”. Breve...