Menina de Ouro

De hoje até o Natal, que para mim é uma data muito especial, eu vou fazer uma pausa na Enciclopédia das Religiões do Arte das artes e publicar alguns posts mais emocionais, que falam diretamente de experiências internas, - subjetivas e belas! Muitos me acusam de ser racional demais, mas... A verdade é que eu amo a subjetividade! Minhas mais importantes experiências, as que mais me fizeram crescer e aprender de fato, se deram no âmbito da subjetividade. As coisas mais importantes desta vida são aquelas que não podem ser provadas, não podem ser reproduzidas em laboratório e nem explicadas. Caminho do Meio é a resposta, e quase tudo na vida tem o seu lugar, desde que seja na justa medida: razão e emoção, ciência e fé...

Mas antes que eu me desvie mais do assunto e perca o foco, vamos ao post. - Acontece que há algumas semanas, eu dava uma "sapeada" no blog da minha amiga Andrea, o "Borboletas ao Luar", e vi uma postagem que me chamou muito a atenção. Fala da menina Akiane, uma norte-americana que... bem, é melhor ler o post - eu achei que tinha muito a ver com o Natal.


A lindeza na foto é Akiane Kramarik. Uma delicada menina de 10 anos que vive com seus pais e seus três irmãos em Idaho, EUA. Ela desenha com grande habilidade desde os 5 anos de idade, vem ganhando atenção internacional e tem aparecido como convidada especial em muitos programas de TV americanos. Suas pinturas são vendidas com preços que variam entre 25 e 55 mil dólares e ela tem feito grandes contribuições à caridade para aliviar a pobreza e a fome, principalmente de crianças. Akiane é também uma poetisa muito elogiada e fala russo, lituano e inglês. Ela atribui seus talentos a Deus:

"Meu maior desejo é que todos amem a Deus e uns aos outros”

"LifeSiteNews.Com" falou com Akiane e sua mãe Forelli Kramarik sobre a arte dela e seu relacionamento com Deus. A Sra. Kramarik disse que sua família inteira não tinha fé e se converteu a Cristo por causa de visões que Akiane começou a ter com a idade de 4 anos. Segundo ela, são essas visões e conversas com Deus que conduzem Akiane em sua arte. Sua mãe destacou que a menina se levanta às 5 da madrugada diariamente para orar, e então pintar. Akiane mesma descreve suas experiências:

“Todas as manhãs e todas as noites, converso com Deus. É como se fosse uma voz na minha mente conversando comigo”.

Akiane revelou para LifeSiteNews.Com a origem de uma pintura de Cristo particularmente impressionante que ela intitulou “Príncipe da Paz”. Akiane declarou que ela viu Jesus numa visão e por um longo tempo depois buscou um modelo apropriado para pintar Jesus do modo como ela o viu na visão. “Por dois anos, eu procurei um modelo para Jesus no Colorado, porém não consegui achar nada. Então nos mudamos para Idaho e orei a Deus: ‘Se você quer que eu pinte este modelo de Jesus, por favor traz na porta da minha casa’. Depois de dois dias, apareceu um carpinteiro (!) bem na porta da frente, e ele era exatamente perfeito para minha pintura. Foi tão maravilhoso e ele concordou em servir de modelo para minha pintura!”

A pintura final ficou incrível por sua qualidade artística. A Sra. Kramarik observou que Jurij Sizenov Nikolaevich, da rede de televisão russa Shabolovka, ficou de boca aberta diante da pintura de Cristo feita por Akiane.

Akiane estuda somente em casa, pelo método homeschooling (educação escolar em casa) e raramente vê televisão. Com relação à sua educação, ela comenta: “Adoro estudar só em casa. Assim, tenho mais tempo para orar, pintar, escrever, passar tempo com minha família e brincar com meu irmãozinho bebê e meu cachorro. Eu realmente gosto do 'homeschooling'”.

Akiane pintando a obra "Príncipe da Paz"

Akiane está para publicar um livro sobre sua vida, intitulado "Akiane, Sua Arte, Sua Poesia e Sua Vida".

Neste vídeo, a menina em ação:



Para mais informações sobre Akiane, este é seu site oficial: Akiane.Com.

Interessante, não? Sabia que só faltam 5 dias para o Natal?..



Fonte: LifeSite Daily News, 1 de setembro de 2004.
Traduzido e adaptado por Julio Severo.



( Comentar no Livro de Mensagens