Oração do Mahatma

Neste final de ano, vale a pena refletir um pouco sobre cada um desses versos de Gandhi.



"Senhor, ajuda-me a dizer a verdade diante dos fortes
e a não dizer mentiras para ganhar o aplauso dos fracos.

Se me dás fortuna, não me tires a razão.

Se me dás sucesso, não me tires a humildade.

Se me dás humildade, não me tires a dignidade.

Ajuda-me a enxergar o outro lado da moeda.

Não me deixes acusar o outro em traição aos demais,
apenas por não pensar igual a mim.

Ensina-me a amar os outros como a mim mesmo.

Não deixes que me torne orgulhoso, se triunfo;

nem cair em desespero se fracasso.

Mas recorda-me que o fracasso
pode ser a experiência que precede o triunfo final.

Ensina-me que perdoar é um sinal de grandeza
e que a vingança é um sinal de baixeza.

Se não me deres o êxito, dá-me forças para aprender com o fracasso.

Se eu ofender as pessoas, dá-me coragem para desculpar-me.

E se as pessoas me ofenderem, dá-me grandeza para perdoar-lhes.

Senhor, se eu me esquecer de Ti, nunca Te esqueças de mim."



Fonte:
Semanário Eclesial
"Voz Portucalense"



( Comentar no Livro de Mensagens